quinta-feira, 16 de abril de 2009

Coisas que só a gente entende

Ser um bom músico, um dos bons de verdade, que estuda em Conservatório e tal, acarreta ter que estudar Teoria Musical. Em teoria (a aula :P) você aprende a dividir o tempo das figuras (fazendo ta ta taaaa), reconhecer uma nota quando tocado no piano, enfim, essas coisas que, com o instrumento em mãos, o estudante faz de olhos fechados, mas na hora de passar para o papel, reconhecer a nota e ligar o ouvido (sim, eu acho que as vezes a gente liga o ouvido), bom, um conselho... estude, e muito :/ Apesar da dificuldade inicial (e final, porque as coisas podem piorar) é uma aula divertida, claro, para os músicos, porque nós achamos interessante saber que um intervalo de quarta aumentada era considerado demoníaco na Idade Média (eu acho legal tá?!)
Em uma dessas aulas a professora toca uma nota e o menino descobre na hora qual é.
Professora: Oh, será que nós temos um?
Aluno: Um o quê?
P: Ouvido absoluto. Vamos ver, que nota é essa?
A: *pensa* Fá
P: E essa?
A: Ahn...
P: Fale a primeira que você imaginou que era.
A: Si?!
P: É, ele tá aí (o ouvido absoluto), só precisa treinar.
Nunca vi aquela sala tão quieta, acho que se ele acertasse mais algumas notas, todo mundo começava a construir um altar. São coisas que para qualquer um não tem a menor importância, mas na hora eu até senti uma certa emoção :B

Um comentário:

Janna disse...

Olá bom dia...um ótimo fds pra vc...BjOs...