sexta-feira, 24 de julho de 2009

And I'm a good boy playing

Em uma manhã, em que eu não queria assistir programas de culinária ou desenhos animados, acabei parando no MTVLab (eu gosto de assistir clipes e só vejo isso na MTV, de resto...). Já ia mudar de canal quando apareceu um moço tocando violão sozinho, sentado em um banquinho. Ele começou a cantar naquela escuridão que era o palco e a voz era tão boa quanto o solo de violão. Esperei até o final e descobri John Mayer cantando Free Fallin'.

Fiquei com a música na cabeça durante semanas, mas ignorei o cantor e nem procurei outras composições (coisa que eu não deveria ter feito). Michael Jackson morreu e ele foi convidado para tocar na homenagem. E com isso o solo de Free Fallin' virou fichinha perto do que ele fez para MJ.

Procurei outros CDs e descobri que ele tinha muito mais músicas do que eu imaginava. Acabei baixando o último que ele lançou: Where the Light Is, dividido em três partes.
A primeira com somente o violão e a voz. São nessas que você presta mais atenção a cada detalhe da letra e da melodia, coisa que não é para qualquer cantor por aí já que nem sempre e letra é tão boa assim e ele não pode ficar tão exposto (preciso dar exemplos?! Créu pra vocês viu...) A segunda parte possui performances do Trio do John Mayer. As músicas lembram aquelas sessões de jazz e tem essa forma de tema bem curtinho (feito pela voz) e muita improvisação. A terceira parte é com a banda e mais "normal" com as músicas do primeiro CD dele, afinal, ninguém vive de improvisação e a capella.

Nas últimas semanas não posso dizer que só ouvi John Mayer, mas ele dominou minhas opções. E, admito, eu tenho uma queda enorme por solos de guitarra e violão (na verdade, por qualquer solo, mas vamos tomar o foco do post).

EDIT: Eu coloquei que a terceira parte tem músicas do primeiro CD dele, mas estava totalmente errada. As músicas são de Continuum que foi lançado em 2006 e o primeiro CD do John é Inside Wants Out de 1999. Desculpe!

Um comentário:

Bruna disse...

Free Fallin é linda mesmo... Ouvi ela agora umas 3 vezes. rs
Já havia escutado falar dele, mas nunca tinha parado pra ver assim, conhecer o artista. Eu vi o solo na apresentação, haha né e foi MARA. ^--------------^ muito bom!
beijs