quarta-feira, 14 de outubro de 2009

É complicado trabalhar com um cupido

Eu já estou cansado desse trabalho! Essa coisa de ficar jogando flechinha nos outros, você deve achar muito romântico, mas é como o seu emprego onde você escreve relatórios. Eu escrevo romances e eles dão muito trabalho. Se não bastasse toda a burocracia aqui da agência, ainda tenho que aguentar colegas chatos que fazem qualquer coisa para ganhar uma comissão maior que a dos outros.
Esses dias eu encontrei um futuro casal perfeito, feitos um para o outro. Joguei a flecha na menina e, quando percebo, um outro cupido jogou a flecha no menino e isso fez com que ele se apaixonasse por outra pessoa, não pela garota que EU escolhi. E agora ela fica chorando pelos cantos, inconsolável, enquanto o menino tenta ganhar o coração de outra que, ao meu ver, não tem potencial para romance.
Depois dessa eu resolvi que iria me aliar a alguns colegas, talvez o trabalho ficasse mais simples. Doce ilusão... sabe aquela frase no amor e na guerra tudo é válido? Provavelmente foi um cupido que criou. Decidi com um colega qual seria o casal-vítima. Ele, muito esperto, resolveu acertar mais algumas pessoas por aí e, assim, economizar tempo e conseguir uns namoradinhos a mais. Agora nós temos um triângulo amoroso, dois meninos apaixonados por uma menina que pensa que gosta de ambos. E mais uma dor de cabeça para o cupido aqui que não sabe como resolver esse problema...
Apesar de todos esses "poréns", semana passada eu vi algo que é, provavelmente, o motivo pelo qual eu estou nesse ramo desde a Grécia Antiga. Em um desses desentendimentos, uma menina apaixonada foi ignorada pelo amor da vida dela. Pensei que seria mais um desconto na minha folha de pagamento, mas não. Apesar de estar com medo, assustada, insegura, ela ainda estava apaixonada e foi conversar com o garoto. Não digo que ele logo se apaixonou por ela, mas eles tiveram uma conversa legal e vai saber o que acontece depois.
O emprego de cupido pode não ser um mar de rosas como todo mundo imagina, mas nós ainda despertamos algo nos seres humanos que está em falta e os muda de maneira radical para fazer coisas que eles nem imaginavam que poderiam. Vai, é um emprego interessante.

9 comentários:

Clara disse...

Interessante até deve ser, mas não deve ser mole ser chamado de burro pra lá e pra cá... MAs, fazer o que? Já dizia o seu Madruga: Duro não é ter um emprego, é ter que trabalhar.

:D

Francielle disse...

Legal!
E realmente essas 'coisas' de amor não são fáceis.
Coitado do cupido (kkkk).
:)

Natália disse...

Joguei a flecha na menina e, quando percebo, um outro cupido jogou a flecha no menino e isso fez com que ele se apaixonasse por outra pessoa, não pela garota que EU escolhi. E agora ela fica chorando pelos cantos, inconsolável, enquanto o menino tenta ganhar o coração de outra que, ao meu ver, não tem potencial para romance.

Isso acontece com todo munda, que saco. beijos

Jana KeanuLôka disse...

kkkk
Muito bom esse texto. é bem engraçado um cupido tomar uma personalizade assim. ele me parece muito dedicado à sua tarefa, né?
ah, o amor... confusão sem tamanho.

• eu não gostava de suspense. comecei a gostar com Sobrenatural, agora não vivo sem!

Obrigada pela sua vista, tá?
Beijão, Bárbara!!! ^^

Marie disse...

ahhh eu adorei o texto!Seu cupido se parece comigo.hehe
beijos

Bruna disse...

Que máximo se por na pele de um cupido, ou melhor na alma. O pôs de outra maneira, com uma outra visão.
Eu o vejo como aquele que forma casais e se estes não derem certo ele até de certo modo fica triste, mas se consola facilmente e segue pra outros "corações" afim de acertar... Seguindo assim então cada dia de trabalho, se posto dessa maneira. rsrs Ainda assim é um trabalho complicado e interesante. :)

Anne Lieri disse...

Barbara,ser cupido nos dias de hoje deve ser realmente bem complicado!Adorei a espontaneidade de seu texto!Bjs,

Elisa Mucida. disse...

HAHA, texto muito bom. Adorei mesmo, ficou mega-legal, merece ganhar.

É, trabalhar de cupido parece difícil e chato, principalmente pra esse ai.. OSAKPOSA.

Beeeijos, boa sorte :D

Giovanna disse...

Ser cupido deve ser um tanto complicado LSPALPSLAPSL as relações hoje são tão instaveis :x kkkkk