sexta-feira, 16 de abril de 2010

A moda antiga

Se tiver uma coisa que eu entendo muito pouco nesse mundo é romance. Não digo aqueles que você lê e se delicia, desses eu entendo bem, mas falo dos romances da vida real. Por exemplo, a única coisa que a palavra "cantada" me lembra são aquelas pérolas que toda garota já ouviu, ou ao menos presenciou, na rua.
Porque eu duvido que você já tenha ouvido isso enquanto caminhava:
Minha querida Emma, você sempre será querida para mim, seja qual for a consequência desta nossa conversa. Minha querida, minha amada Emma... diga-me agora mesmo... diga "não" se tiver de dizê-lo...

Ou isso:
Elizabeth estava muito envergonhada para dizer uma palavra. Depois de uma curta pausa, seu companheiro acrescentou: "Você é muito generosa para zombar de mim. Se seus sentimentos ainda são o que eram em abril passado, diga-me de uma vez. Minhas afeições e meus desejos estão inalterados, mas uma palavra sua me silenciará sobre esse assunto para sempre.

Nada dessa delicadeza, com cavalheirismo, para dizer que você pode escolher o pretendente e que essa decisão não é o fim do mundo. Não, o que você escuta é um "E aí belezinha" nojento e meloso ou um "Lindona!" que dá desgosto só de lembrar.
Eu gostaria de saber o que passa na cabeça de quem "paquera" (se essas lindas frases podem ser consideradas isso) no meio da rua. Vocês têm mesmo a esperança de que vamos parar a nossa vida e virar para alguém que nunca vimos antes e dizer: "Oi tudo bem, esse é meu telefone"? Desculpe, mas minha mãe me ensinou que eu não posso falar com estranhos, muito menos passar meu contato.
Paquerar pode realmente não ser a minha área, mas eu sei que usar desses clichês mal feitos para tentar conquistar um "parceiro" é um pouco como subestimar o outro e achar que ele vai cair em qualquer lábia. Assim como realmente aceitar essas paqueras só porque acha que é horrível ficar sem namorado/a é acabar SE subestimando. Pode demorar um pouco mais, mas pelo menos paquerem com classe e sutileza.

OBS: Os trechos são de Emma e Orgulho e Preconceito, ambos escritos por Jane Austen, porque ela sabia o que nós queremos ouvir e deixou tudo registrado em seus livros, mas parece que nem todo mundo quer dar uma olhadinha para aprender mais um pouco.

9 comentários:

Bell Souza disse...

Concordo! E acredito que você foi bastante sutil, na maioria das vezes rola de "gostosa" pra baixo!
Jane é perfeita! Mas confesso que tem livros que me deixam melancólica pois atualmente é meio que impossível viver o tipo de amor no qual ela escreve.

Chica disse...

Muito legal esse desabafo tão verdadeiro...beijos,chica

Raquel disse...

Bárbara,

sou de um tempo que havia raras grosserias e algumas sutilezas, estas últimas nada que se compare com Mr. Knightley ou Mr. Darcy mas eram tentativas de paqueras mais gentis e inteligentes.

O que faltará hoje? fico entre imaginação e preguiça...

Jana Barreto disse...

haha!
Morri de rir.
Acho que, no fundo (ou não tão fundo), todas queremos essa sutileza na paquera, né? é o tipo de coisa que nos faz ficar nas nuvens, ao contrário do "e aí, belezinha" que é mesmo nojento...
Enfim, lembrei-me do livro e do filme (Orgulho e Preconceito) e eu quase morro nesta parte, #OMG, o Darcy é tudo!
Amei o post e estou gostando de ver vc participando mais do BK!
Boa sorte ^^

Letícia Monteiro (♪) disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk'
E os "eitã mãn" ?!
que nojo,só de pensar ;x
queria saber tambéim o que se passa na cabeça dessas criaturas ;x
beijos ;*

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Aiai, concordo em gênero, número e grau com cada linha.
Falou e disse, merece o pódio dessa semana.

Seu blog é uma gracinha, parabéns.

Kamilla Barcelos disse...

Meu sonho ouvir uma cantada decente como os trechos do livro.
Sinceramente, eu já ouvi cada coisa na vida, que dá até vontade de desistir da humanidade! hahahaha

Gêsa disse...

Já ouvi cada coisa! Um cara assim só consegue algo de mim se for muito bonito. E se for coisa passageira porque meu grau de tolerância é muito baixo.

Doce Nostalgia disse...

Nossa concordo plenamente!!!!
A moda antiga e que é o melhor!
Ninguem é obrigado a aguentar essas coisas, tenho até nojo de alguns! :x

Beijos moça!!!!
tô seguindo!
sempre por aqui!