quarta-feira, 2 de junho de 2010

Não leia, eu tenho vergonha...

Timidez?! Não, não tenho isso. Talvez algumas complicações nos relacionamentos, ou, por causa da minha "palidez", um problema em ficar muito fácil com o rosto vermelho. Mas timidez, acho que não.
Por exemplo, eu faço normalmente apresentações de trabalhos e projetos e falo para o público até que direitinho. Ninguém percebe que, por dentro, eu estou tremendo, ou que minhas mãos estão extremamente geladas e meu rosto muito quente de... ah, vocês sabem do quê.
Eu também não tenho problemas em conversar com os outros. Lógico, isso se eu os conhecê-los há certo tempo, tenha os encontrado várias vezes e desde que eu não tenha que puxar assunto. Porque eu acho meio complicado manter uma conversa se eu nunca vi a pessoa na vida, não tenho nada em comum ou um roteiro pré-estabelecido (por isso que entrevistas são mais "simples").
Também não tenho preocupações com fotografias, aliás, amo fotografias... quando eu estou atrás da câmera. Não digo "não!" para todos que me convidam para uma foto (já passei dessa fase), mas também não me sinto totalmente à vontade e sempre me complico na hora de elaborar um sorriso que não beire o estranho (idem para gravações em vídeo).
Telefones podem ser até uma complicação: se ser tímido é treinar antes de ligar para alguém, ir direto ao assunto e cortar todas as delongas que possam aparecer na comunicação, ou só usar esse objeto para urgências... bom, então eu sou vocês sabem o quê.
Tudo bem, talvez, só uma hipótese, eu seja um pouco tímida e, se for assim, eu então agradeço - assim como todos os outros tímidos - a essa era tecnológica que permite sair falando por aí sem que vejam a nossa cara, o que até ajuda a diminuir a nossa vergonha. Tímidos, agora podemos dominar o mundo!

10 comentários:

Chica disse...

Eu também, ainda que não pareça,sou tímida!beijos,chica

Sofia A. disse...

nossa, não consigo imaginar como me identificar mais.
Eu poderia ter escrito isso, juro,me descreveu exatamente em todos os aspectos.
Também falo bem em público, converso um monte com as pessoas que conheço, mas tenho um pouco de dificuldade pra puxar assunto com quem não conheço, tiro foto com todo mundo mas costumo dizer que não sei sorrir, fico sempre sentindo que estou fazendo uma cara esquisita...
Graças a Deus inventaram o blog! haha
Um beijo!

Ana Lu disse...

Eii!
=]
Eu já fui beeem mais tímida que hoje. Hoje posso dizer até que sou bem extrovertida, mas isso foi uma coisa natural. Nunca resolvi deixar de ser tímida. E em alguns momentos ela ainda aparece com gosto, hahaha.
E realmente o blog é um escape!

Yasmin Carli disse...

Todo mundo é um pouco tímido, existem os tímidos de situação, mas o maior problema da timidez é quando em todos os lugares estão preocupados e tensos porque terão que falar ou fazer determinada coisa. Eu me encaixo mais nos tímidos de momento, há momentos que fico logo vermelha, um pouco de vergonha e vontade de sumir. Estou de blog novo, nova fase.

Janaina Barreto disse...

timidez é um caso sério pra mim. Assim, quando tenho que falar com pessoas que eu não conheço ou até mesmo com as que eu não converso há muito! é uma sensação meio estranha, como flutuar no vazio, sei lá... rs Desagradável! =/

boa sorte no bk ^^

Gêsa disse...

Eu não sou tímida, tenho momentos de timidez e não também tenho dificuldade de me relacionar com estranhos.

Nathy disse...

Me identifiquei muito com o telefone. Sou extremamente tímida. Ótimo post. Parabéns pelo blorkutando. Bjs.

Projeto Entrelinhas ¹ disse...

Olá, conheça o projeto Entrelinhas e participe da nossa primeira edição (e das próximas também!).

http://entrelinhas-projeto.blogspot.com/

Mah xD disse...

verdade!
pq pior que enfrentar um bando de gente lá na frente da sala de aula pra apresentar um trabalho, é ter de usar o telefone!


bjuxx ;**

mayã

@Jota disse...

HAHA, parabéns pela colocação. Texto gostoso de se ler, criativo. Parabéns mesmo.

Ah, eu também detesto passar na rua e cumprimentar alguém conhecido. Ei, eu não sou timido blz? aushauhsahs