segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Reparação (Ian McEwan)

Reparação é um título curto que resume essa obra de Ian McEwan perfeitamente bem. Quem nunca se viu com um problema, querendo eliminá-lo pela raiz, voltar no tempo, esquecer tudo e mudar o destino? Ás vezes não é possível, e ninguém sabe melhor dessa verdade do que a jovem Briony Tallis.
Como muitas crianças de 12 anos, Briony tem a imaginação ativa, está descobrindo o universo adulto e, quanto antes, também quer pertencer a ele. Em um momento de frustração literária, ou seja, não havia ideias para sua nova história, a garota se depara com uma cena inusitada: sua irmã Cecília mergulhando na fonte do pátio, sob o olhar de Robbie, amigo de infância e filho da empregada. Com o início preparado, Briony começa a especular histórias em cima dos acontecimentos daquela noite de verão que não seria esquecida com tanta facilidade.
Tanto em cenas de amor quanto em passagens da guerra, Ian McEwan tem uma incrível facilidade em descrever tudo com os mínimos detalhes, sem ser cansativo. Cada sensação, emoção ou pensamento é tão profundo que o personagem parece estar ao seu lado, falando diretamente com você. A narrativa passa do romance para a guerra e alia esses dois mundos através da visão dos três personagens já comentados. Cada passagem é de uma beleza incrível, cada frase tem sua importância e nada é jogado em vão, todos os detalhes são necessários na história.
Reparação é maravilhoso, como o The Economist escreveu, merece a alcunha de "obra-prima". Um livro que revela toda a culpa do ser humano em um grau máximo, onde o perdão nem sempre está próximo e a reparação não é tão simples quanto parece.

4 comentários:

Karlinha disse...

Flor, eu ainda não lí esse livro. Mas ví o filme e adorei. Depois de sua indicação fiquei com muita vontade de lê-lo Bjokas.

Karlinha

Janaina Barreto disse...

Eu não sabia que também era livro. O_o Tô besta. Eu fiquei destruída quando eu vi esse filme e prometi nunca mais vê-lo outra vez. haha É muito bom. Imagino que o livro também seja. Agora deve ser uma leitura 'nada leve', né?

Adorei a indicação. :)
Anotada, vou ler o mais rápido possivel. o/

Beijos =*

Ana Lu disse...

Ei Bárbara! Amei a indicação, parace ser uma história muito boa!
Beijos

Anna Vitória disse...

Morro de medo de declarar que um livro é meu preferido, porque só se pode dizer isso uma vez na vida, mas se fosse fazer um top 3 de livros, Reparação certamente estaria lá.
Que livro maravilhoso! Já o li várias vezes, e estou sempre abrindo-o para reler algumas passagens, porque foi um livro que li relativamente nova (tinha uns 12 anos) e não compreendi inicialmente a profundidade do assunto, que fui entendendo ao longo dos anos. Foi um livro que me ensinou tanto, me abriu os olhos pra tanta coisa, e os personagens já fazem parte da minha vida!
beijos